Santa Cruz Ocean Spirit Últimas Notícias http://www.oceanspirit.pt/ KohanaPHP Santa Cruz Ocean Spirit levou desporto e música à Praia do Mirante http://www.oceanspirit.pt/noticias/detalhes/184 <![CDATA[<p>O Santa Cruz Ocean Spirit - Festival Internacional de Desportos de Ondas voltou a Santa Cruz, depois de dois anos de interrupção devido à pandemia. A 14.ª edição do evento realizou-se entre 15 e 24 de julho na Praia do Mirante, onde a Aldeia Neptuno proporcionou atividades para todas as idades.</p><p>"O espírito dos oceanos voltou aqui a Santa Cruz de uma forma muito substantiva, cordial, alegre e com muita qualidade" afirmou a presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Laura Rodrigues, na noite de encerramento do festival, destacando Santa Cruz como um lugar privilegiado para a prática de desportos de ondas.</p> <p>O programa desportivo desta edição contou com a realização do Internacional de Skimboard, do Eurosurf Junior e da 4ª etapa do Campeonato Nacional de Bodysurf, assim como uma sessão livre e não-competitiva de <em>jet ski</em>. Ao todo, passaram pelo Santa Cruz Ocean Spirit mais de 400 atletas originários de cerca de 20 países.</p> <p>No quadro competitivo, as atenções centraram-se no Eurosurf Junior, em que Espanha se sagrou Campeã da Europa. No pódio por equipas seguiram-se França, Portugal e Inglaterra, num campeonato em que 171 atletas surfaram 2.846 ondas.</p> <p>Na piscina da Aldeia Neptuno, crianças e jovens puderam experimentar diversas modalidades aquáticas, enquanto na <em>funzone </em>encontravam um trampolim, raquetas de praia, ténis de mesa e tiro com arco. Durante a semana, foram, ainda, dinamizadas aulas ao por do sol para todas as idades, em parceria com várias entidades locais.</p> <p>A vertente musical do evento contou com nomes de relevo da música nacional, como Frankie Chavez, Deejay Kamala e NBC, Dino D'Santiago e Mastiksoul.</p> <p>"Estamos extremamente satisfeitos com a forma como o Santa Cruz Ocean Spirit decorreu" defendeu o presidente da empresa municipal Promotorres, Rui Penetra. "Hoje podemos afirmar que realizámos um evento equilibrado, com desporto e música, onde a componente ambiental e de sustentabilidade tem também uma elevada preponderância. Estamos também muito gratos a todos os parceiros do evento." concluiu.</p> <p>"Recuperação dos Ecossistemas" foi o tema da Tenda Pedagógica, onde foram dinamizadas 47 atividades de sensibilização e educação ambiental, que contaram com a participação de 666 crianças e jovens. </p> <p>O festival voltou a ser um Eco-Evento Valorsul, tendo sido recolhidos 937 kg de resíduos para reciclagem. A recolha diferenciada de embalagens, vidro, papel e cartão originou uma contrapartida financeira de 88,43 €, que irão reverter para o projeto "Mar à Deriva."</p> <p>O Santa Cruz Ocean Spirit integrou, ainda, o projeto internacional "<a href="http://www.cm-tvedras.pt/artigos/detalhes/torres-vedras-acolheu-encerramento-do-projeto-internacional-caponlitter/" target="_blank">CAPonLITTER</a> - Capitalizar boas práticas de gestão costeira e melhorar políticas para prevenir o lixo marinho".</p> Fri, 29 Jul 2022 00:00:00 +0100 Bodysurf marca último dia do Santa Cruz Ocean Spirit http://www.oceanspirit.pt/noticias/detalhes/183 <![CDATA[<p>O Santa Cruz Ocean Spirit - Festival Internacional de Desportos de Ondas acolheu a 4.ª etapa do Campeonato Nacional de Bodysurf, que decorreu este domingo na Praia do Mirante. Jaime Bonito, o campeão nacional em título, foi o grande vencedor desta etapa na categoria Open, que contou com uma paragem ao final da manhã que veio a permitir "altas ondas na final".</p><p>"Fiquei bastante contente com a minha prestação, como me senti dentro de água, com o meu físico" disse Bonito após a cerimónia de entrega de prémios daquela que foi a primeira etapa que venceu este ano. "O espírito para a próxima etapa é 'ganhar', para no próximo ano voltar ainda mais forte e reconquistar o título" atirou o atleta.</p><p>O prémio de melhor onda do campeonato (8.17) foi entregue a Rodrigo Carrajola, que disputa, neste momento, o título nacional com Diogo Areias. Os dois atletas saíram de Santa Cruz na 2.ª e 3.ª posição do pódio, respetivamente, deixando a decisão do campeonato para a quinta e última etapa, que se realiza em Cascais a 1 ou 2 de outubro.</p><p>Além do circuito principal, Santa Cruz acolheu a realização da quarta etapa do Bodysurf Junior, onde Guilherme Santos se sagrou Campeão Nacional Junior 2022 após uma luta renhida com Tiago Mesquita.</p><p>"É sempre um prazer receber a família do <em>bodysurf</em>, que representa também uma tradição de Santa Cruz e traz valor ao Santa Cruz Ocean Spirit" afirmou a presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Laura Rodrigues, durante a cerimónia de entrega de prémios que culminou no habitual mergulho dos atletas na piscina da Aldeia Neptuno. O momento ficou, ainda, marcado pela entrega de um troféu simbólico a António Pedro, responsável pela organização e origem do campeonato.</p><p><br /><strong>Campeonato Nacional de Bodysurf | Open</strong></p><ol><li>Jaime Bonito</li><li>Rodrigo Carrajola</li><li>Diogo Areias</li><li>Rafael Elias</li></ol><p></p><p><strong>Campeonato Nacional de Bodysurf | Junior</strong></p><ol><li>Guilherme "Gui" Santos</li><li>Tiago Mesquita</li><li>Carlos Guimarães</li><li>David Nascimento</li></ol><p></p><p><strong>Quando o mar é uma prioridade</strong></p><p>Esta manhã também ficou marcada pela sessão <em>freestyle </em>de <em>jet ski</em>. José Anjos foi um dos quatro pilotos a dar espetáculo dentro de água. "Há mais de 30 anos tive a sorte de ganhar um dos primeiros <em>jet skis</em> que apareceram em Portugal" recorda, lembrando que foi um dos pioneiros no país, graças a um concurso da Nivea que acabou por vencer. Aos 62 anos, confessa que tem "o bichinho da competição motorizada, foram 30 anos seguidos de corridas."</p><p>Se é verdade que abandonou as corridas há dois anos, também é certo que "o mar continua no topo das prioridades." A paixão "não acaba" e José considera que a iniciativa do Santa Cruz Ocean Spirit "é fabulosa, porque o <em>jet ski</em> é uma atividade desportiva que está mal amada." Dentro de água, estiveram ainda os pilotos Sérgio Cosme e Henrique Santos, assim como a dupla de pai e filho de nome Nuno Gomes.</p><p>Foi desta forma que terminou o programa desportivo do Santa Cruz Ocean Spirit, com o evento a chegar ao fim este domingo. Depois de Mastiksoul ter enchido o recinto da Aldeia Neptuno, a noite de encerramento do Santa Cruz Ocean Spirit volta a fazer-se ao som do DJ Cenoura, que se fará acompanhar por vários DJ bem conhecidos de Santa Cruz.</p> Sun, 24 Jul 2022 00:00:00 +0100 Espanha sagrou-se Campeã da Europa no Eurosurf Junior 2022 http://www.oceanspirit.pt/noticias/detalhes/182 <![CDATA[<p>Espanha é a grande vencedora do Eurosurf Junior 2022, que terminou este sábado na Praia do Mirante, onde decorre o Santa Cruz Ocean Spirit. Esta foi uma conquista inédita da equipa espanhola, que viu três dos seus atletas a dominar as suas categorias. No pódio por equipas seguiram-se França, Portugal e Inglaterra, respetivamente, num campeonato que contou com 2.846 ondas surfadas e pontuadas ao longo da semana.</p><p>"Depois de muito trabalho com os atletas espanhóis, por fim chegou, aqui na praia de Santa Cruz, este triunfo pelo qual esperámos muitos anos" contou o selecionador espanhol de <em>surf</em>, Pablo Solar, depois dos festejos dentro da piscina da Aldeia Neptuno. Se o foco continua a ser o "trabalho com as crianças mais pequenas, levando-as ao mundo do <em>surf</em> de competição", Solar assume que o grande objetivo passa por levar Espanha aos Jogos Olímpicos 2024, algo que não aconteceu no ano de estreia da modalidade.</p><p>Daniela Sevillano foi a <em>longboarder</em> espanhola que conquistou o primeiro lugar no Sub-18, com a sua última onda a valer uma reviravolta na bateria, que parecia estar entregue a Lola Bleakley (Inglaterra). "Foi uma bateria muito complicada, pensava que não iria ganhar" explicou Sevillano visivelmente satisfeita. "Estou super contente, por mim e pela minha equipa, que realizou um resultado muito bom neste campeonato." </p><p>Espanha arrebatou outras duas categorias, com Annette Etxabarri a sagrar-se campeã no <em>surf</em> Sub-16 e Kai Odriozola no <em>surf</em> Sub-18. O jovem espanhol dominou, numa bateria em que Martim Nunes (Portugal) ficou em 4.º lugar. "Queria ter feito mais. Na final, as coisas não correram como esperado. Porém, ao fazer uma retrospetiva da semana inteira, é motivo para estar super contente pelo <em>surf</em> e pelos scores que consegui fazer" explicou o português.</p><p>"Todos os elementos da equipa portuguesa deram tudo até aos últimos segundos das suas baterias. Queríamos ganhar, obviamente, mas estamos conscientes de que fizemos o máximo pelo nosso país" defendeu Nunes, um dos quatro portugueses a figurar nos pódios individuais desta prova, em que participaram 171 atletas de 14 equipas.</p><p>Para o presidente da Federação Portuguesa de Surf, João Aranha, Portugal contava com "uma equipa nova que foi a El Salvador [Mundial Júnior ISA] e teve um resultado muito bom. Aqui, sabíamos que a tarefa não seria fácil e de repente tivemos seleções muito fortes a aparecer, como Inglaterra, a própria Alemanha e Itália." Na opinião do responsável máximo português, "ganharam as seleções que deviam ganhar. Espanha, França e Portugal tiveram os resultados que se revelaram os reais e legítimos para as suas aspirações."</p><p><strong>Classificações</strong></p><ul><li><strong>Longboard Sub-18 masculino</strong></li></ul><ol><li>Arthur Randall (Inglaterra) </li><li>Filippo Marullo (Itália)</li><li>Alfonso Zamora (Espanha)</li><li>Frederico Carrilho (Portugal)</li></ol><p></p><ul><li><strong>Longboard Sub-18 feminino</strong></li></ul><ol><li>Daniela Sevillano (Espanha)</li><li>Lola Bleakley (Inglaterra)</li><li>Cannelle Lebreton (França)</li><li>Lisa Boos (Alemanha)</li></ol><p></p><ul><li><strong>Surf Sub-16 masculino</strong></li></ul><ol><li>Lukas Skinner (Inglaterra)</li><li>Matias Canhoto (Portugal)</li><li>Inigo Madina (França)</li><li>Axel Dominguez (França)</li></ol><p></p><ul><li><strong>Surf Sub-16 feminino</strong></li></ul><ol><li>Annette Etxabarri (Espanha)</li><li>Anaïs Blanchard (França)</li><li>Tiara Van Der Huls (Países Baixos)</li><li>Tya Zebrowski (França)</li></ol><p></p><ul><li><strong>Surf Sub-18 masculino</strong></li></ul><ol><li>Kai Odriozola (Espanha)</li><li>Nicolas Paulet (França)</li><li>Noa Dupouy (França)</li><li>Martim Nunes (Portugal)</li></ol><p></p><ul><li><strong>Surf Sub-18 feminino</strong></li></ul><ol><li>Alys Barton (Inglaterra)</li><li>Lucia Machado (Espanha)</li><li>Gabriela Dinis (Portugal)</li><li>Sarah Leiceaga (França)</li></ol><p></p><p><strong>Aldeia Neptuno a uma só voz</strong></p><p>"Foi bom perceber que as pessoas quiseram fazer a viagem até à Ilha de Santiago e perceber que o mar tem o mesmo som." No final do concerto desta sexta-feira, Dino D'Santiago explicou que se sentiu "em casa" ao ver a enchente que rumou ao Santa Cruz Ocean Spirit e que ajudou a fazer a ponte entre Portugal e Cabo Verde.</p><p>"Para mim foi muito especial. Estar aqui em nome próprio, ver tanta gente a chegar e as pessoas a cantarem as letras... Que energia bonita de se sentir" confessou o artista, recordando as suas passagens pelo festival com Expensive Soul e Nu Soul Family. Um concerto intimista com um areal ao rubro e que acolheu Dino D'Santiago, que desceu do palco para cantar junto do público. "É bom sentir que as pessoas vêm e fazem do concerto a sua experiência. Este é um concerto onde a minha banda é, realmente, o público" explicou. "Quando sinto a vibração que senti aqui hoje, facilita."</p><p>Este sábado, cabe ao DJ Aguillar a tarefa de abrir o programa do Santa Cruz Ocean Spirit, às 22h00. A partir das 23h30, a Aldeia Neptuno conta com os ritmos de Mastiksoul, o DJ com mais hits e "números 1" em Portugal.</p> Sat, 23 Jul 2022 00:00:00 +0100 Novo dia de decisões no Eurosurf Junior http://www.oceanspirit.pt/noticias/detalhes/181 <![CDATA[<p>As ondas continuam a rolar no Santa Cruz Ocean Spirit - Festival Internacional de Desportos de Ondas, com decisões importantes a acontecer no Eurosurf Junior ao longo desta sexta-feira. O dia começou nublado, com vento a soprar ligeiro do quadrante norte e a proporcionar boas ondas aos atletas durante a manhã.</p><p>No <em>longboard </em>já se conhecem alguns dos atletas que vão estar nas finais, como Lisa Boos (Alemanha), que irá disputar a final com Cannelle Lebreton (França). "Vou dar o meu melhor. Não tenho nada a perder e sei que tenho uma grande equipa a apoiar-me" disse a <em>longboarder </em>ainda de fato no corpo, num misto de entusiasmo e nervosismo.</p><p>Se para a alemã "Santa Cruz é o sítio mais bonito de Portugal", para Blake Jones (País de Gales) "Santa Cruz é um sítio de oportunidade, onde podemos levar o <em>surf</em> para outro nível." Pela primeira vez no litoral de Torres Vedras e a competir no Eurosurf Junior, Jones faz um balanço "fantástico" da participação. Durante a tarde, o galês foi o primeiro da sua bateria, passando à ronda de repescagens que decidirá quem irá juntar-se a Frederico Carrilho (Portugal) e Filippo Marullo (Itália) na final.</p><p>Além do <em>longboarder</em> português, a Seleção Nacional viu, ainda, três surfistas a garantir a luta pelos títulos: Gabriela Dinis e Martim Nunes estarão nas respetivas finais de Sub-18 e Nunes pode vir, ainda, a contar com a companhia de Francisco Ordonhas, que disputa amanhã a última ronda de repescagens. Na final do Sub-16 masculino, as cores lusas vão ser representadas por Matias Canhoto.</p><p><br /><strong>Aprender a ler o mar</strong></p><p>Na Aldeia Neptuno, a manhã ficou marcada pela partilha de conhecimentos, através de uma ação de sensibilização que envolveu jovens entre os 12 e os 15 anos. "Salva e Salva-te" foi a ação dinamizada pelos Bombeiros Voluntários de Torres Vedras e por dois nadadores-salvadores, que deram a conhecer o seu trabalho aos jovens participantes no Tempo de Férias da Câmara Municipal de Torres Vedras.</p><p>"Todas as pessoas deviam saber fazer uma leitura do mar" defende José Figueiredo, dos Bombeiros Voluntários de Torres Vedras. "As pessoas pensam que devem tomar banho onde não há ondas e junto às rochas e esses são, sem dúvida nenhuma, os sítios mais perigosos. Devemos sempre tomar banho onde há ondas" explicou. Os jovens puderam praticar exercícios de resgate dentro da piscina da Aldeia Neptuno, numa manhã que terminou com um exercício de resgate de uma vítima do mar. </p><p>Ontem, o areal dançou com o regresso do DJ Pedro Cruz, a que se haveria de seguir Fresh P e Big. Depois do DJ Ricardo F, que começa a tocar às 22h00, o Santa Cruz Ocean Spirit recebe hoje um dos nomes mais aguardados do festival. Dino D'Santiago promete mostrar como trabalha a tradição cabo-verdiana com o peso contemporâneo da eletrónica global, subindo ao palco às 23h30.</p> Fri, 22 Jul 2022 00:00:00 +0100 Eurosurf Junior: quando 14 países falam na mesma língua http://www.oceanspirit.pt/noticias/detalhes/176 <![CDATA[<p>O Eurosurf Junior continua a avançar a passos largos em Santa Cruz. Com 14 seleções a competir pelo titulo de Campeã da Europa, a prova ocupa lugar de destaque no programa desportivo do Santa Cruz Ocean Spirit - Festival Internacional de Desportos de Ondas, que decorre até domingo na Praia do Mirante.</p><p>França é uma das seleções que mais tem dado cartas. Ocupando o segundo lugar e apenas a 280 pontos da seleção espanhola, os bons resultados refletem-se na boa disposição do presidente da Federação Francesa de Surf, Jacques Lajuncomme. "É uma equipa de verdade, estão unidos e querem ganhar enquanto equipa" afirma, sem negar que o desejo é só um: "apenas espero que França conquiste o primeiro lugar." Com a competição sensivelmente a meio, o balanço aponta para "um evento incrível, uma grande competição com muitas nações e bom nível dentro de água."</p><p>Para o treinador da seleção italiana, Yann Martin, a realização da prova é "muito importante para a comunidade do <em>surf</em> e para as crianças e jovens" depois da interrupção motivada pela pandemia de COVID-19. Olhando para a squadra italiana como "uma nova nação de <em>surf</em>", o técnico contou que a equipa treinou em Santa Cruz durante o verão passado. "As ondas são boas e as pessoas são super abertas, falam connosco e são muito <em>cool</em>" disse.</p><p>Da mesma opinião é o diretor técnico da Federação Real Marroquina de Surf, Mohammed Khilaji. "Antes de vir a Portugal, não esperava tudo isto" confessa o técnico, que não podia ter melhor impressão da sua primeira vez em Santa Cruz. "As infraestruturas são muito boas, temos tudo de que precisamos. As ondas são ótimas, as pessoas são muito hospitaleiras. E não vos estou a 'dar flores', estou a falar a verdade" adiantou o marroquino, tecendo elogios à organização. "Estamos muito felizes por participar neste festival e nesta competição."</p><p>Espanha, França e Portugal seguem na frente da competição, num dia em que o <em>surf</em> avançou, tanto no quadro principal como no de repescagens.</p><p>No rescaldo desta quinta-feira, nota positiva para Martim Nunes, no Sub-18 masculino, com uma das melhores notas deste Eurosurf Junior até ao momento (17.6). Numa Praia do Mirante com ondas fortes e consistentes, o surfista português mudou de prancha e conseguiu duas excelentes marcas (8.17 e 9.43) na sua primeira bateria do dia. O atleta viria, ainda, a garantir a passagem às semi-finais do quadro principal, que vai disputar com Kai Odriozola (Espanha), Samuel Redon e Nicolas Paulet (França).</p><p><br /><strong>Surf olímpico</strong></p><p>"Tem um enorme significado do ponto de vista da promoção da modalidade junto da juventude, é uma ajuda muito significativa relativamente ao <em>surf</em> e tem a vantagem de ser um evento de promoção da própria região e das condições naturais que tem para a prática da modalidade" defendeu o presidente do Comité Olímpico de Portugal, José Manuel Constantino, sobre a importância do Eurosurf Junior.</p><p>José Manuel Constantino esteve no Santa Cruz Ocean Spirit ao início da tarde desta quarta-feira, onde teve oportunidade de visitar a Aldeia Neptuno e de saudar a representação portuguesa no Eurosurf Junior. A dois anos da realização dos Jogos Olímpicos e com os apuramentos ainda por concluir, o responsável acredita num numero significativo de surfistas na missão portuguesa que, espera, virá a colher bons resultados em Paris.</p><p>Depois da festa de ontem pelos Nu Bai Soundsystem, a noite desta quinta-feira começa com o DJ Pedro Cruz, às 22h00, seguindo-se o concerto de Fresh P e Big, que sobem ao palco às 23h30.</p> Thu, 21 Jul 2022 00:00:00 +0100 Santa Cruz Ocean Spirit: a missão de proteger a terra e o mar http://www.oceanspirit.pt/noticias/detalhes/174 <![CDATA[<p>"Há mar e mar, há usar e recuperar." Esta é uma das mensagens escritas em ondas de cartão que fazem da Tenda Pedagógica do Santa Cruz Ocean Spirit - Festival Internacional de Desportos de Ondas o local certo para brincar e aprender. O festival está de volta a Santa Cruz até ao próximo domingo, com um programa que aposta na sensibilização dos mais pequenos para a proteção da vida na terra e no mar. </p><p>"Recuperação dos Ecossistemas" é o tema da Tenda Pedagógica, por onde já passaram mais de 200 crianças e jovens desde o início do evento. Até ao final da semana, os mais pequenos podem participar em atividades de manhã à noite, dinamizadas pelos serviços educativos da Câmara Municipal de Torres Vedras e dos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento (SMAS) de Torres Vedras, mas também pela Associação Bandeira Azul da Europa, Valorsul, Águas do Tejo Atlântico, Guardião do Oceano e Mar à Deriva.<br /> <br />O trabalho de recolha de lixo marinho desenvolvido por estas entidades deu origem a golfinhos e outros seres marinhos que povoam o espaço dos SMAS na Aldeia Neptuno, onde se dá a conhecer o processo de transformação e reutilização de resíduos plásticos. Além dos conhecimentos que levam daqui, os pequenos visitantes podem ficar com porta-chaves, brincos e ímanes que em tempos foram tampas e garrafas recolhidas na praia.<br /> <br /> <br /><strong>Maré de sustentabilidade</strong><br /> <br />Além da sensibilização ambiental, esta edição do Santa Cruz Ocean Spirit promove a adoção de boas práticas, disponibilizando EcoCopos e cinzeiros de bolso aos visitantes. O objetivo passa por promover a adoção de comportamentos que contribuam para a preservação dos ecossistemas naturais, que em grande parte estão em risco de perder a sua fauna e flora autóctone. Ao entrar na Aldeia Neptuno, os visitantes podem beber água aromatizada preparada pelos SMAS de Torres Vedras, numa ação que pretende incentivar o consumo de água da torneira.</p><p>"Por um evento + Sustentável" dá mote à política ambiental do evento, que promove a monitorização da qualidade microbiológica das areias e a separação de resíduos, tendo no horizonte a diminuição da sua pegada ecológica. Sob a égide de sustentabilidade, foi distribuído ao restaurante e aos vários bares que se encontram no festival um manual com boas práticas no que toca ao impacto na comunidade, emissões atmosféricas, estruturas, resíduos, energia e água.<br /> <br />O Santa Cruz Ocean Spirit participa, ainda, enquanto caso de estudo no projeto internacional CAPonLITTER, que pretende capitalizar boas práticas costeiras e melhorar as políticas de prevenção do lixo marinho. No passado sábado, o grupo de trabalho que integra o projeto teve oportunidade de conhecer o festival e as suas boas práticas.<br /> <br />Assumindo um compromisso cada vez mais forte com a sustentabilidade, o Santa Cruz Ocean Spirit é reconhecido pela Valorsul como um EcoEvento. No recinto da Aldeia Neptuno, os visitantes podem visitar o espaço da Câmara Municipal de Torres Vedras, que dá a conhecer as iniciativas e projetos municipais que contribuem para o cumprimento dos <a href="http://cm-tvedras.pt/municipio/objetivos-desenvolvimento-sustentavel/" target="_blank">Objetivos de Desenvolvimento Sustentável</a> estabelecidos pela Organização das Nações Unidas.</p> Wed, 20 Jul 2022 00:00:00 +0100 Santa Cruz Ocean Spirit na onda da inclusão http://www.oceanspirit.pt/noticias/detalhes/175 <![CDATA[<p>A 14.ª edição do Santa Cruz Ocean Spirit - Festival Internacional de Desportos de Ondas está a decorrer na Praia do Mirante, em Santa Cruz, com um programa que demonstra que os desportos de ondas são para todos. Ao final da manhã desta quarta-feira, um grupo de utentes da Associação para a Educação de Crianças Inadaptadas de Torres Vedras - APECI participou numa atividade de <em>surf</em> adaptado na piscina da Aldeia Neptuno. </p><p>Nuno Vitorino deu por terminada a sua carreira desportiva no ano passado. O pioneiro do <em>surf</em> adaptado em Portugal e atleta paralímpico esteve em Santa Cruz a acompanhar a atividade dinamizada pela SURFaddict - Associação Portuguesa de Surf Adaptado, a que preside, e explicou que momentos como este "tornam o desporto democrático. O desporto não tem de ser condicionado à condição física da pessoa e nós aqui abrimos a toda a gente."</p><p>Quem não podia concordar mais era Hugo Rocha, que começou a fazer <em>surf</em> adaptado há três anos, "por inspiração" da companheira. Depois de sair do mar da Praia do Mirante, o atleta da Associação Sealand contou que também pratica basquetebol em cadeira de rodas e anda de <em>skate</em>. Com uma prótese de um membro inferior, Hugo explica que fazer desporto "mudou completamente" a sua vida e que conta com o apoio fundamental da família, dos vizinhos e dos amigos.</p><p>No que toca à realidade do desporto adaptado no país, Nuno Vitorino não tem dúvidas de que ainda "há um longo caminho a percorrer. É [necessária] uma mudança de mentalidade, de paradigma, mas essencialmente é uma mudança de acessibilidades" acrescentou, aproveitando para lançar o repto: "o fundamental mesmo é tirar as pessoas de casa. Venham praticar desporto, seja <em>surf</em>, basquetebol, futebol. Porque quanto mais desporto fizerem, menos vão gastar em medicamentos."</p><p><br /><strong>Mais eliminações no Eurosurf Junior</strong></p><p>Esta quarta-feira contou com novas rondas de repescagem no Eurosurf Junior, que se dedicou inteiramente ao <em>surf </em>apenas no palanque sul. Alemanha, País de Gales, Marrocos e Ilhas do Canal foram as seleções com mais baixas esta quarta-feira, num dia em que o quadro de repescagens avançou em todas as categorias: Sub-18 e Sub-16 masculino e feminino.</p><p>Portugal fecha o dia com uma sensação agridoce. Martim Fortes foi eliminado na terceira ronda das repescagens Sub-16, numa das baterias com maior nível técnico deste Eurosurf Junior. Já Beatriz Carvalho passou nos dois testes de fogo, demonstrando estar mais do que à altura das suas duas baterias do dia. Ao vencer na segunda ronda de repescagens e ao passar em segundo na terceira ronda, a portuguesa garantiu a manutenção no <em>surf</em> Sub-18.</p><p>A ação regressa esta quinta feira, com a chamada apontada para as 9h30. O dia começa com a terceira ronda do <em>surf</em> Sub-18 feminino.</p><p>Na Aldeia Neptuno, a noite de terça-feira abriu ao estilo do DJ Thomas, seguindo-se Quem é o Bob? A formação de Leiria prestou um verdadeiro tributo a Bob Marley, revisitando clássicos bem conhecidos e passando, ainda, por êxitos de Kussondulola, Mercado Negro, Manu Chao e Natiruts. Esta quarta-feira, são os Nu Bai Soundsystem a marcar o ritmo do Santa Cruz Ocean Spirit, começando a tocar às 22h00.</p> Wed, 20 Jul 2022 00:00:00 +0100 Pressão chegou ao Eurosurf Junior no primeiro dia de repescagens http://www.oceanspirit.pt/noticias/detalhes/173 <![CDATA[<p>A pressão começou a fazer-se sentir no Eurosurf Junior, que avançou para as rondas de repescagem esta terça-feira. Neste primeiro dia de eliminações, a consistência das ondas de Santa Cruz voltou a permitir dois palanques na Praia do Mirante, onde o Santa Cruz Ocean Spirit - Festival Internacional de Desportos de Ondas decorre até ao próximo domingo, 24 de julho. </p><p>Depois da maratona de ontem, este foi mais um dia intenso que teve início com as repescagens do <em>surf </em>Sub-16 masculino no palanque sul, que ficou entregue às repescagens da modalidade durante todo o dia. De notar que o primeiro e segundo lugar garantem a passagem à próxima fase de repescagens, que ainda poderá levar à luta pelas medalhas.</p><p>O destaque vai para Espanha e França, que conseguiram manter todos os seus atletas na competição. Já Escócia, País de Gales, Dinamarca e Irlanda foram as seleções com mais atletas afastados do Eurosurf Junior neste primeiro dia de decisões. </p><p>A representação portuguesa não escapou às eliminações, com Aurora Dantas a ser afastada do <em>longboard</em> Sub-18. Já Martim Fortes, outro atleta português em risco, leva as cores portuguesas para a próxima ronda de repescagens do <em>surf</em> Sub-16, numa bateria em que Eli Perrins Davies (País de Gales) venceu e convenceu. </p><p>O percurso principal de <em>surf</em> avançou no palanque norte, com Francisco Mittermayer (Portugal) a sacar uma nota de 15.4 no Sub-18. "Estar aqui em Santa Cruz a representar Portugal está a ser uma experiência incrível. Poder representar a minha seleção é um desafio, mas também é um objetivo concretizado" explicou o surfista, que aproveitou para falar do espírito que reina entre quem joga em casa: "A seleção portuguesa dá-se toda muito bem, o que é ótimo para o decorrer do campeonato. Se conseguirmos continuar assim, acho que vamos muito longe." </p><p>Ibone Gomez (Espanha) rumou a Portugal para aquele que considera ser o seu primeiro "campeonato destes importantes." A estreia está a correr de feição para a espanhola, que venceu todas as baterias em que entrou na água no <em>surf</em> Sub-16. Uma dupla estreia, já que "na verdade é a minha primeira vez em Santa Cruz. Estou a gostar muito, é um sítio incrível e tem umas ondas muito boas." Na próxima ronda a espanhola entra na água ao lado da conterrânea Annette Etxabarri (Espanha) e de Erica Máximo (Portugal).</p><p>No terceiro dia de competição do Eurosurf Junior, nota ainda para a passagem de duas surfistas portuguesas para o percurso de repescagem: Beatriz Carvalho na categoria Sub-18 e Maria Dias no Sub-16.</p><p><br /><strong>Energia em palco</strong></p><p>Se durante o dia as atenções estão voltadas para o mar, durante a noite a Aldeia Neptuno deixa-se levar pelo programa musical, num palco por onde já passaram vários DJs e artistas nacionais. O programa desta semana não podia ter começado de melhor forma, com a energia eletrizante de Favela Lacroix, que levou ao rubro o público que foi enchendo o recinto na noite de segunda-feira.</p><p>A ousada <em>drag queen</em> brasileira apresentou-se em palco com dois bailarinos, com o seu <em>pop</em>, <em>funk </em>e <em>soul </em>a serem acompanhados por um coro de vozes que vinha do areal, numa noite que abriu e fechou ao som do DJ Mourão.</p><p>Esta terça-feira, o Santa Cruz Ocean Spirit espera pelos ritmos do DJ Thomas, às 22h00 e no <em>after</em>, e de Quem é o Bob?, às 23h30. </p> Tue, 19 Jul 2022 00:00:00 +0100 Santa Cruz Ocean Spirit de olhos no Eurosurf Junior http://www.oceanspirit.pt/noticias/detalhes/172 <![CDATA[<p>No Santa Cruz Ocean Spirit - Festival Internacional de Desportos de Ondas a semana começou com os olhos no mar para acompanhar o Eurosurf Junior. No segundo dia de competição todas as categorias entraram na água, com o <em>longboard </em>a fechar a segunda ronda dos Sub-18 masculino e feminino. </p><p>Frederico Carrilho (Portugal) garantiu a passagem à terceira ronda, uma bateria "latina" que também vai ser disputada por Alfonso Zamora (Espanha), Noah Lamarche (França) e Filippo Marullo (Itália). Já no <em>longboard</em> feminino, Aurora Dantas (Portugal) passou às repescagens, onde vai competir com Mathilda Way (Países Baixos) pelo regresso ao percurso principal.</p><p>No <em>surf</em>, foi o Sub-18 masculino que começou por vestir as licras, com os surfistas portugueses a dominarem todas as baterias em que entraram: Martim Nunes, Francisco Ordonhas e Francisco Mittermayer asseguraram, assim, de forma exemplar a sua presença no percurso principal.</p><p>Já o Sub-18 feminino contou com uma das melhores baterias do dia, muito disputada por Gabriela Dinis (Portugal) e Alys Barton (Inglaterra). A portuguesa acabou por dominar e conseguir a pontuação mais alta do dia nesta categoria (14.25), arrecadando 7.75 pontos numa só onda. Um excelente resultado especialmente para as difíceis condições do mar.</p><p>A Gabriela Dinis acabaria por se juntar a dupla Benedita Teixeira e Beatriz Carvalho, com as portuguesas a limparem a bateria que disputaram e a rumarem à próxima ronda. "Fizemos algum trabalho de equipa e resultou bem" disse Benedita, surfista da Costa da Caparica, sobre o trabalho das portuguesas, que remeteram a dupla escocesa Robin Larg e Olivia Mackay para as repescagens. </p><p>Foi no palanque norte que os Sub-16 se fizeram às ondas. No escalão masculino, Axel Dominguez (França) e Michele Scoppa (Itália) arrancaram as melhoras notas das duas primeiras baterias, com 13.55 e 13.5, respetivamente, a que se juntaria a prestação de Matias Canhoto (Portugal), com ondas que lhe valeram 14 pontos na segunda ronda. A Seleção Nacional viu ainda assegurada a passagem de Jaime Veselko, enquanto Martim Fortes rumou às repescagens.</p><p>No que toca às atletas Sub-16, a equipa portuguesa arrebatou as suas baterias e manteve-se no percurso principal, com Maria Dias, Maria Salgado e Érica Máximo. </p><p><br /><strong>Do mar para o areal</strong></p><p>Foi perante um tipicamente belo por do sol de Santa Cruz que a Aldeia Neptuno acolheu a primeira de quatro aulas <em>fitness</em> que vão decorrer ao longo da semana. A aula de pilates/treino circuito decorreu junto à piscina e foi dinamizada pelo Clube Académico de Penafirme. As próximas aulas <em>fitness sunset</em> estão marcadas para 20, 21 e 22 de julho, às 18h00.</p><p>A noite de domingo do Santa Cruz Ocean Spirit fez-se ao som de Filipe Gonçalves, que se apresentou com Mimicat, André Henriques e Luís Marvão. A abrir e fechar o palco esteve o DJ Carito, que fez dançar o areal. A noite de hoje arranca com o DJ Mourão, às 22h00, que abre a pista "pé na areia" para Favela Lacroix, a primeira drag queen, cantora e compositora no cenário musical e LGBT português. Todas as noites do Santa Cruz Ocean Spirit têm entrada livre.</p> Mon, 18 Jul 2022 00:00:00 +0100 Dia em cheio para o Internacional de Skimboard http://www.oceanspirit.pt/noticias/detalhes/171 <![CDATA[<p>Neste segundo dia de provas do Santa Cruz Ocean Spirit - Festival Internacional de Desportos de Ondas as atenções estiveram voltadas para o Internacional de Skimboard. A prova arrancou cedo na Praia do Mirante para, durante a tarde, ver Javier Sola Gregorio (Espanha) a sagrar-se campeão no Open Masculino e Isabel Blanco (México) a arrebatar o Open Feminino. </p><p>O dia começou com boas condições para a realização das meias finais do Open, em que Javier Sola Gregorio e Hugo Santos dominaram a primeira bateria, deixando para trás Ricardo Dias e Javi Garcia. Também nesta fase, Juanlu González e Miguel Braz afastaram Heytor Torres e Diogo Xina, seguindo para a final, que já decorreu na zona norte do Mirante, levando pelo areal todos os que acompanhavam a prova.</p><p>"Vinha muito motivado de Málaga e com vontade de dar tudo. As condições foram muito boas, ondas muito boas. Pude desfrutar dentro e fora do evento, pelo que estou muito contente" disse Javier Sola Gregorio. "Gostei muito de Santa Cruz. Tanto a gastronomia, como as pessoas, parece-me muito agradável. Felizmente, durante todo o evento tivemos um clima bastante bom. Desfrutei muito e penso regressar aqui a Torres Vedras" afirmou o <em>skimboarder </em>espanhol, que em setembro disputa uma etapa do Circuito Mundial de Skimboard em Faro de Trafalgar, Cádiz.</p><p>Também Isabel Blanco espera poder regressar no próximo ano "porque gosto muito da praia, do lugar, das pessoas." Pela primeira vez em Portugal, a atual campeã mexicana de <em>skimboard</em> confessa que "não sabia que haviam tantas ondas" no país. Depois de uma final "bastante interessante" em que deixou Filipa Pinto apenas a 1.1 pontos, Isabel confessou que a portuguesa "gosta de meter pressão." A atleta quer estar na etapa do UST, que decorre na Califórnia, em agosto, e no Oktoberfest Newport, em setembro.</p><p>Hugo Santos, Dinis Costa, Gonçalo Ferraz e Heytor Torres foram os <em>skimboarders</em> que também se sagraram campeões neste Internacional de Skimboard, vencendo nas categorias Masters of the Universe, Sub-14, Sub-18 e Seniores, respetivamente.</p><p><br /><strong>Eurosurf em português</strong></p><p>No primeiro dia do Eurosurf Junior, Portugal, França, Espanha e Itália não desapontaram e dominaram, num dia dedicado ao <em>longboard</em> Sub-18 masculino e feminino e ao <em>surf</em> sub-16 feminino. </p><p>Este domingo também contou com surpresas protagonizadas pelas marroquinas Ines Tabbai e Ranya Squalli e deixou antever boas prestações por parte de Inglaterra e Alemanha. Por outro lado, a maior pontuação do dia (12.64) foi arrebatada pela espanhola Ibone Gomez na sua primeira bateria de sempre numa prova da Federação Europeia de Surf.</p><p>A Seleção Nacional venceu quatro das cinco baterias que contaram com surfistas portugueses, conseguindo manter todos os atletas no percurso principal que conduz à final das medalhas.</p><p>Esta segunda-feira o Eurosurf Junior apresenta-se em dois palanques diferentes, com todas as categorias a entrar na água.</p><p>Já na Aldeia Neptuno, depois da enchente da noite passada para assistir a Deejay Kamala e NBC, hoje é a vez de Filipe Gonçalves apresentar o seu novo disco <em>Liberdade de Expressão</em> no Santa Cruz Ocean Spirit. Antes e depois do concerto, o palco estará entregue ao DJ Carito. Todas as noites do Santa Cruz Ocean Spirit têm entrada livre.</p> Sun, 17 Jul 2022 00:00:00 +0100